Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/841
Título: Avaliação de uma estratégia para aprender, criar e divulgar informações sobre segurança no trabalho em canteiros de obras
Autor(es): Pereira-Guizzo, Camila de Sousa
Silva, Ana Luzia Sanches Vieira Carreiro
Cardoso, Larissa da Silva Paes
Alberte, Elaine Pinto Varela
Dantas, Maria da Conceição Carvalho
Palavras-chave: Flow
Segurança no trabalho
Canteiro de obra
Formação profissional
Construção civil
Data do documento: 2015
Editor: Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC
Resumo: A indústria de Construção Civil tem características que a diferencia dos processos contínuos das demais indústrias, por ser transitória, por trabalhar com prazos curtos e por gerar muitos riscos de acidentes. A partir das mudanças de cenário no mundo do trabalho, a área da Saúde e Segurança do Trabalhador (SST) passa a ter exigências normatizadas, ganhando especial atenção a indústria construtiva por ter condições de trabalho perigosas e insalubres. Entretanto, o cumprimento integral da legislação não tem sido suficiente para a redução significativa dos índices de acidentes, devendo-se considerar as leis, como requisitos mínimos a serem cumpridos. Desse modo, as ações educativas em SST, advindas desta concepção, voltam-se para o aprendizado de regras de conduta e procedimentos de segurança. Ainda que avanços venham ocorrendo nessas ações educativas, nota-se que nem sempre tais práticas são efetivas, requerendo a incorporação de métodos criativos e conteúdos inovadores para a aprendizagem e formação desses profissionais. Com base nessa realidade, este estudo visa avaliar os efeitos de uma estratégia para aprender, criar e divulgar informações sobre segurança no trabalho em canteiros de obras. Para isso, foi planejada e aplicada uma estratégia em sala de aula para os estudantes de duas turmas do Curso de Auxiliar de Obras de Edificações, da instituição SENAI-BA, unidade Dendezeiros, que teve como objetivo fim elaborar uma Cartilha de Segurança no Trabalho, voltada para operários de obras. Para avaliar a estratégia, adotaram-se as dimensões da Teoria Flow de Csikszentmihalyi, que refletem sobre o que faz as pessoas sentirem prazer, satisfação, alegria, felicidade, fazendo coisas que não trarão fama ou fortuna imediata, como por exemplo, estudar/aprender um determinado assunto em sala de aula. Os resultados foram bastante satisfatórios, dentre os quais em torno de 90% dos estudantes participantes da estratégia sentiram-se engajados e motivados. Conforme relatos dos estudantes houve apreensão do conhecimento, que antes, com métodos tradicionais, não haviam conseguido obter. Considera-se aqui a necessidade da aplicação de estratégias para motivar a aprendizagem de profissionais da área de construção civil, conduzindo-os a sua própria segurança e a dos demais trabalhadores, gerando para as empresas maior competitividade organizacional, através de um melhor proveito dos recursos disponíveis, em especial dos recursos humanos. Ressalta-se ainda que o produto final, a Cartilha de Segurança no Trabalho, criada por cada grupo, poderá ser incorporada nas instituições de ensino e empresas da área da Construção Civil a fim de divulgar informações sobre o tema.
URI: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/841
Aparece nas coleções:Dissertações de Mestrado (PPG GETEC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DEFESA ANA LUZIA.pdf2.05 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.