Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/797
Título: Diagnóstico de implantação da autoavaliação nas faculdades privadas de Salvador na visão dos coordenadores da comissão própria de avaliação
Autor(es): Travassos Junior, Xisto Lucas
Caribé, Sabrina Oliveira
Alves, Lynn Rosalina Gama
Palavras-chave: Educação superior - Avaliação
SINAES
Avaliação institucional
Educação superior - Autoavaliação
Data do documento: 2011
Editor: Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC
Resumo: O Sistema Nacional de Avaliação Institucional – SINAES é um sistema composto por três elementos: I) Avaliação dos Cursos de Graduação (ACG), realizada por comissão de especialistas designada para este fim; II) Avaliação de Desempenho dos Estudantes, realizada mediante a participação dos alunos ingressantes e concluintes dos cursos. As áreas de conhecimento são previamente selecionadas a cada ano para a realização do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE); III) Avaliação das Instituições de Educação Superior (AVALIES). Esta é dividida em duas fases: avaliação externa, realizada por uma comissão de especialistas designada para este fim e a avaliação interna (Autoavaliação), que é de responsabilidade da própria Instituição de Ensino. A Lei 10.861, de 14 de abril de 2004, que instituiu o SINAES, designa também que cada Instituição de Ensino Superior - IES deve constituir uma Comissão Própria de Avaliação – CPA para, dentre outras atribuições, coordenar o processo de avaliação interna da instituição. Baseado neste sistema de avaliação, esta dissertação tem como questão de pesquisa identificar quais as principais dificuldades, no processo de autoavaliação nas faculdades privadas da cidade de Salvador no estado da Bahia, e consequentemente a sua utilização como um dos instrumentos base para sua gestão. Para tanto, realizou-se uma pesquisa com 14 faculdades privadas de Salvador, utilizando como instrumento de coleta de dados, o questionário, com questões mistas (fechadas e abertas) com foco em quatro segmentos: perfil do coordenador, composição da CPA, a forma de atuação dos membros da CPA e o processo de autoavaliação nessas instituições. Por fim, as conclusões indicam que mais da metade das faculdades analisadas possuem o processo de autoavaliação implantado de forma insuficiente ou não implantado. Este diagnóstico permite concluir que essas faculdades não atendem nem mesmo aos requisitos mínimos exigidos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP, consequentemente não estão engajadas com o compromisso de prover um ensino de qualidade, buscando a melhoria contínua da qualidade do ensino superior.
URI: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/797
Aparece nas coleções:Dissertações de Mestrado (PPG GETEC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao Sabrina Oliveira Caribé.pdf1.16 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.