Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/712
Título: Seleção de portfólios com base no retorno esperado e semivariância através da programação por metas
Autor(es): Senna, Valter de
Pinheiro, Carlos Alberto Orge
Senna, Valter de
Sant´Anna, Annibal Parracho
Vaveliuk, Pablo
Palavras-chave: Portfólio
Semivariância
Pesquisa operacional
Data do documento: 2009
Editor: Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC
Resumo: Nesta pesquisa é apresentada uma contribuição para os problemas de seleção de portfólios, considerando as preferências do investidor em relação ao retorno e a semivariância. Entende-se como seleção de portfólios a otimização do capital alocado entre diferentes ações. A motivação da pesquisa dá-se pela existência de algumas críticas na teoria de seleção de portfólios, sobre o uso da variância. Esta pesquisa é exploratória qualitativa ao ocupar-se do uso da semivariância, conforme Estrada (2008), ao modelo de programação por metas utilizado por Lai (1991). Ao verificar seus resultados, de acordo com as preferências dos investidores, a pesquisa torna-se empírico-analítica. As variáveis independentes representam os preços das ações cotados em bolsa, o horizonte de tempo, o nível desejado de retorno e o risco. As variáveis dependentes são representadas pelas participações percentuais das ações nos portfólios formados. Para formar esses portfólios o problema de otimização procura maximizar o valor do retorno esperado além do inverso da semivariância. Tal modelagem acaba constituindo-se num problema multiobjetivo, definido através da programação por metas, em duas etapas. Na primeira etapa, o método do gradiente reduzido generalizado é usado para tratar a maximização das funções objetivo retorno esperado e inverso da semivariância. Na segunda etapa, também é usado para a minimização dos desvios obtidos entre os valores da primeira etapa com os valores da segunda etapa. Para atender aos objetivos da pesquisa o modelo proposto foi utilizado no ano de 2007 por dois diferentes grupos de dez ações pertencentes aos portfólios teóricos da Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA). Em seguida os resultados obtidos foram comparados, sob duas diferentes preferências, aos resultados obtidos pelos modelos de seleção baseados na programação por metas e propostos por Markowitz (1952) e Lai (1991). As preferências por retorno e assimetria, retorno e semivariância como retorno e variância, nessa ordem, apresentaram o maior retorno e assimetria, para o período de 2007, nos grupos 1 e 2 de ações.
URI: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/712
Aparece nas coleções:Dissertações de Mestrado (PPG MCTI)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Carlos Orge.pdf1.89 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.