Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/455
Título: Desenvolvimento de um modelo de gestão da inovação para as pequenas indústrias de chocolate do Sul da Bahia
Título(s) alternativo(s): SEMINÁRIO DE PESQUISA E INOVAÇÃO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MODELAGEM COMPUTACIONAL E TECNOLOGIAS INDUSTRIAIS E GESTÃO EM TECNOLOGIAS INDUSTRIAIS
Autor(es): Santos, Sílvio Wellington
Sampaio, Renelson Ribeiro
Palavras-chave: Gestão da inovação
Inovação - Gestão
Cluster
Produção - Sistema local
Data do documento: 16-Mar-2015
Citação: SANTOS, Sílvio Wellington; SAMPAIO, Renelson Ribeiro. Desenvolvimento de um modelo de gestão da inovação para as pequenas indústrias de chocolate do Sul da Bahia. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA E INOVAÇÃO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MODELAGEM COMPUTACIONAL E TECNOLOGIAS INDUSTRIAIS E GESTÃO EM TECNOLOGIAS INDUSTRIAIS, 2015, Salvador. Anais... Salvador: SENAI/CIMATEC, 2015. p. 86-94.
Resumo: No Sul da Bahia, a crise econômica do cacau iniciada na década 80 com a queda dos preços no mercado internacional, foi intensificada na década de 90, devido à vassoura de bruxa. Após anos de letargia, alguns produtores buscaram alternativas adotando novas tecnologias para a produção do que passou a ser chamado recentemente de “chocolate de origem”. Nesse primeiro momento, as iniciativas foram individuais e visavam a verticalização da produção para melhorar as receitas, via agregação de valor ao produto. Posteriormente, esse movimento passou a ser fortalecido pela proposta de Indicação Geográfica, fomentada por uma coalização de instituições como UESC, SEBRAE, Sistema FIEB, CEPLAC, associação de produtores, empresários e outros atores que compõem o grupo de interesse relacionado ao cacau. É nesse cenário que pequenas fábricas se integram ao já existente cluster de cacau e chocolate. Clusters são formatos organizacionais que apresentam um entrelaçamento de relações entre agentes públicos e privados em torno de um segmento produtivo em uma determinada região. Embora a relação entre empresas ainda seja mais de concorrência do que parceria, uma das consequências deste modelo costuma ser o surgimento de um ambiente favorável ao desenvolvimento da inovação e melhoria da qualidade e produtividade, especialmente por propiciar o surgimento de redes de inovação. A articulação estruturada dos principais atores institucionais, públicos e/ou privados, costuma desempenhar um papel importante ao incentivar o surgimento das inovações necessárias à construção de vantagens competitivas. Este trabalho objetiva identificar um modelo de gestão da inovação para as pequenas indústrias de cacau e chocolate do Sul da Bahia. Para isso, aborda possíveis modelos de gestão da inovação aplicáveis a este segmento produtivo e relaciona características dos clusters que influenciam a vantagem competitiva dos agentes que os constituem.
Descrição: p. 86-94
URI: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/455
Aparece nas coleções:Artigos Publicados em Periódicos (PPG GETEC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Desenvolvimento de um modelo ....pdf73.75 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.