Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/387
Título: Utilização da matriz morfológica para desenvolvimento da bancada de testes de válvulas e sedes de válvulas
Título(s) alternativo(s): VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE FABRICAÇÃO - COBEF
Autor(es): Mascarenhas, Luis Alberto Breda
Gomes, Jefferson de Oliveira
Portela, Andrey Teixeira
Ferreira, Cristiano Vasconcellos
Guarieiro, Lilian Lefol Nani
Palavras-chave: Matriz morfológica
Teste - Bancada
Ensaio - Desgaste
Automotiva - Válvula sede
Alta temperatura
Data do documento: 18-Mai-2015
Editor: Cobef
Cobef
Citação: MASCARENHAS, Luis Alberto Breda et al. Utilização da matriz morfológica para desenvolvimento da bancada de testes de válvulas e sedes de válvulas. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE FABRICAÇÃO – COBEF, 8., 2015, Salvador. Anais... Salvador: SENAI/CIMATEC, 2015. p. 1-12.
Resumo: Este artigo apresenta o desenvolvimento de uma matriz morfológica, aplicada no desenvolvimento de uma bancada experimental para testes de válvulas e sedes de válvulas automotivas. A matriz morfológica apoiou o processo de desenvolvimento de produto na tradução dos requisitos técnicos das partes envolvidas em funções parciais e princípios de solução com base no estudo de 5 bancadas de testes similares. Também é apresentada análise dos requisitos para que a bancada possa apoiar o desenvolvimento de novos materiais para válvulas e sedes de válvulas. As válvulas de exaustão são as mais exigidas em função da temperatura de operação. Para que funcionem conforme o rigor de operação com uma queima limpa e baixa emissão de poluentes é necessária aplicação de materiais especiais. Temperaturas extremas dos gases de escapamento, crescentes aumentos das velocidades das válvulas e altas pressões são apenas alguns dos parâmetros que ocasionam desgaste nas válvulas. Os materiais usados na sua produção devem ser caracterizados por boa trabalhabilidade, baixo desgaste, boa resistência mecânica e de fadiga e boa resistência a corrosão em altas temperaturas. Ao final é apresentado a arquitetura do sistema e a bancada final, desenvolvida para os testes dos componentes em alta temperatura.
Descrição: p.1-12
URI: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/387
Aparece nas coleções:Artigos Publicados em Periódicos (PPG GETEC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Utilização da matriz ....PDF822.82 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.