Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/372
Título: Estudo comparativo entre sistema de partida a frio convencional e eletrônico para veículos flex
Título(s) alternativo(s): V WORKSHOP DE PESQUISA TECNOLOGIA E INOVAÇÃO (PTI) e I SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA (SIINTEC)
Autor(es): Motta, Tatiana M.
Guarieiro, Lilian L. N.
Câmara, Júlio César C.
Palavras-chave: Veículos flex
Sistema de partida a frio
Motor - Combustão interna
Etanol
Data do documento: 10-Set-2015
Editor: SENAI / CIMATEC
SENAI / CIMATEC
Citação: MOTTA, Tatiana M.; GUARIEIRO, Lilian L. N.; CÂMARA, Júlio César C. Estudo comparativo entre sistema de partida a frio convencional e eletrônico para veículos flex. In: WORKSHOP DE PESQUISA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO – PTI, 5.; SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA – SIINTEC, 1., 2015, Salvador. Anais... Salvador: SENAI/ CIMATEC, 2015. p. 180-189.
Resumo: Motor de combustão interna flex é uma tecnologia brasileira, que trouxe consigo grandes mudanças no mercado automobilístico. Esse trabalho tem como objetivo mostrar um estudo comparativo, através de uma revisão de literatura, entre o sistema de partida a frio utilizando a gasolina e o eletrônico em veículos flex. Além de apresentar os princípios de funcionamento do sistema de partida a frio, bem como os benefícios e inovação envolvendo esta tecnologia, necessária para o funcionamento dos motores a combustão interna flex. A implementação do sistema eletrônico de partida a frio trouxe maior conforto para o usuário, redução na emissão de poluentes e melhorias no processo de fabricação para as montadoras
Descrição: p.180-189
URI: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/372
Aparece nas coleções:Artigos Publicados em Periódicos (PPG GETEC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Estudo comparativo ....pdf338.97 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.