Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/166
Título: As Novas Normas Técnicas Brasileiras para Teste de Impacto Frontal Veicular para Proteção dos Ocupantes: Definição do Melhor Teste para o Mercado de Veículos Vendidos no Brasil e a Análise Financeira para Atualização do Laboratório de Testes.
Autor(es): Travassos Júnior, Xisto Lucas
Cunha, Victor Alvarez da.
Magalhães, Robson da Silva
Magalhães, Marcelo Bruno da Silveira
Carletti, Camilo Bento
Palavras-chave: Testes automotivos
Impacto frontal - Automótivo
Segurança - Passageiros
Data do documento: 19-Abr-2016
Resumo: Em 2007, o Conselho Nacional de Trânsito, CONTRAN, instituiu a Resolução 221, criando critérios biomecânicos de segurança dos passageiros, necessários para homologação do veículo considerando impacto veicular. Esta resolução especifica as normas ABNT NBR 15300-1, em conjunto com a norma ABNT NBR 15300-2, ou ABNT NBR 15300-3. Este critério é de escolha da montadora do veículo para uso do padrão de teste e critérios de aprovação do impacto frontal visando a homologação dos carros a serem vendidos a partir de janeiro de 2012, para os veículos novos, e 2014 para os veículos já em produção. Com estudos já feitos de impacto frontal de veículos, em diferentes países, é possível concluir que o critério de teste de impacto frontal veicular, em barreira rígida, com sobreposição de 100%, conforme ABNT NBR 15300-2, não testa os aspectos mais críticos dos veículos vendidos no Brasil, referentes à deformação e intrusão desta deformação no compartimento dos ocupantes do veículo. Este estudo mostra que a norma ABNT NBR 15300-3, de teste de impacto veicular frontal, em barreira deformável, com sobreposição de 40% e uso de critérios biomecânicos de segurança dos passageiros, semelhante ao mesmo critério da norma ECE R94, usado na Europa, deveria ser a principal forma de homologação veicular para esta verificação no Brasil. Este trabalho faz um estudo de custo e viabilidade financeira da atualização de um laboratório de impacto veicular frontal, no Brasil, para os novos tipos de testes e recursos necessários para conformidade dos testes da nova resolução 221 do CONTRAN.
URI: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/166
Aparece nas coleções:Dissertações de Mestrado (PPG GETEC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Victor Alvarez da Cunha.pdf6.09 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.