Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/1131
Title: Processo de gestão de riscos integrado a qualificação tecnológica em projetos de inovação
Authors: Beal, Valter Estevão
Souza, Sara Marques Oliveira de Araújo
Motta, Daniel da Silva
Pessoa, Francisco Uchoa
Ferreira, Cristiano Vasconcellos
Keywords: Inovação tecnológica
Gestão de risco
Qualificação da tecnologia
Issue Date: 15-May-2020
Publisher: Centro Universitário SENAI CIMATEC
Citation: SOUZA, Sara Marques Oliveira de Araújo; BEAL, Valter Estevão (Orientador); MOTTA, Daniel da Silva (Coorientador). Processo de gestão de riscos integrado a qualificação tecnológica em projetos de inovação. Salvador, 2020. 127 f. Dissertação (Mestrado em Gestão e Tecnologia Industrial) - SENAI CIMATEC, Salvador, 2020.
Abstract: Conforme o avanço da tecnologia em diversos setores da indústria, as organizações buscam desenvolver produtos inovadores para se diferenciar perante a concorrência no nicho de mercado, por meio de projetos de inovação tecnológica. Esses projetos são caracterizados por sistemas e subsistemas multidisciplinares que usualmente são limitados pelo escopo, custo, requisitos do produto, cronograma ou pessoas. Esses requisitos, por apresentarem novidade ao mercado, possuem diferentes níveis de complexidade, sendo necessário considerar riscos que possam prejudicar o atendimento do produto no que se refere a maturidade tecnológica. Por isso, é fundamental estabelecer um processo de gestão de riscos aliado a estratégia do desenvolvimento da inovação para avaliar a tecnologia e respectivos riscos que impactam os fatores ambientais do projeto, como segurança e meio ambiente. Assim, o objetivo desse trabalho é desenvolver um processo de gestão de riscos integrado a qualificação tecnológica por intermédio da avaliação do seu nível de maturidade. O processo proposto integra três conceitos: a Matriz de Risco, conforme guia de boas práticas PMBOK; a métrica TRL (Technology Readiness Level), para análise da maturidade tecnológica a nível do componente e; o IRL (Integration Readiness Level), que avalia a integração das tecnologias com o ambiente do projeto. Por fim, o processo foi aplicado em três projetos de inovação em um Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT), em Salvador, Bahia. Foram identificados, classificados e monitorados 45 riscos divididos entre as TRL/IRL (1 e 3), nas categorias: Riscos de Gestão, Riscos Técnicos, Riscos de Segurança e de Meio Ambiente. Verificou-se que 22% dos riscos foram encontrados na TRL 3 com impacto significativo na segurança além de riscos desde o nível mais baixo de pesquisa básica (TRL1), até o desenvolvimento das provas de conceito, TRL 3, onde além de Riscos de Segurança, foram identificados riscos técnicos relacionados a adaptação da tecnologia com o ciclo de vida do desenvolvimento. Esse processo foi aceito pelo Escritório de Projetos como padrão para ser utilizado nos projetos de inovação da ICT
URI: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/1131
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPG GETEC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCCP_GETEC_Sara Marques Oliveira de Araújo Souza.pdfTCCP / DISSERTAÇÃO GETEC / SENAI CIMATEC5.35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.