Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/1105
Title: Caracterização e análise comparativa dos óleos extraídos da semente e da polpa do abacate (Persea americana Mill.) utilizando diferentes métodos de extração
Authors: Machado, Bruna Aparecida Souza
Valente, Gabriela Chaves
Nery, Tatiana Barreto Rocha
Azevedo, Joyce Batista
Souza, Carolina Oliveira de
Keywords: Polpa de abacate
Semente de abacate
Bio-resíduo
Métodos de extração - Óleo - Abacate
Issue Date: 7-Feb-2020
Publisher: Centro Universitário SENAI CIMATEC
Citation: VALENTE, Gabriela Chaves; MACHADO, Bruna Aparecida Souza (Orientadora); NERY, Tatiana Barreto Rocha (Coorientadora). Caracterização e análise comparativa dos óleos extraídos da semente e da polpa do abacate (Persea americana Mill.) utilizando diferentes métodos de extração. Salvador, 2020. 119 f. Dissertação (Mestrado em Gestão e Tecnologia Industrial) - SENAI CIMATEC, Salvador, 2020.
Abstract: O abacate (Persea americana Mill.), é considerada uma fruta tropical originaria da América Central, com características nutricionais e organolépticas atrativas, destacando-se a quantidade de lipídios com alto teor de ácidos graxos insaturados que trazem benefícios à saúde. Desta forma, o objetivo deste estudo foi extrair o óleo da polpa e semente do abacate, utilizando dois diferentes métodos de extração, assistido ou não por ultrassom. Foram obtidas quatro amostras de óleo para cada matriz estudada (polpa e semente) através dos dois métodos empregados (Bligh & Dyer – método de extração a frio – e por Soxhlet – método de extração a quente), assistidos ou não por ultrassom (30 min, 30°C, 280w). Foi realizada a caracterização físico-química das amostras, e os óleos obtidos foram avaliados quanto ao perfil de ácidos graxos por cromatografia gasosa. Em relação a avaliação do potencial tecnológico do óleo, realizou-se uma estratégia de busca na base de dados da Derwent Innovation Index (DII) que compila o acervo de documentos depositados em todo o mundo. A polpa e a semente apresentaram elevados teores de umidade, 85,6% e 63,5% respectivamente. Em relação a extração do óleo na polpa do abacate o método Soxhlet assistido por ultrassom (15,40%), apresentou melhor rendimento, entretanto, para a semente, o método Soxhlet sem ultrassom (6,02%) apresentou melhor rendimento. Independentemente do método de extração, foram extraídos e identificados oito ácidos graxos para o óleo obtido a partir da polpa, e dez a partir da semente. A utilização do Soxhlet com ultrassom foi mais eficiente para a extração de um maior percentual de AGS (32,87%) a partir da polpa e AGMI (27,94%) a partir da semente. A aplicação do Bligh & Dyer com ultrassom resultou em uma maior extração de AGMI (53,74%) para o óleo obtido a partir da polpa e maior conteúdo dos AGPI (52,35%) para a semente. De forma geral, pode-se concluir que a aplicação de ondas ultrassônicas de baixa frequência exerceu um efeito positivo na extração do óleo da polpa do abacate, bem como, para a obtenção de alguns ácidos graxos de interesse, tanto na polpa quanto na semente. A partir da análise na base de patentes, identificou-se um total de 144 documentos, com um crescimento no número de depósitos de patentes a partir de 2011. Desta forma, conclui-se que o abacate é uma importante fonte para a extração de óleo de alta qualidade com grande potencial a ser comercializado e explorado.
URI: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/1105
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPG GETEC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCCP_GETEC_Gabriela Chaves Valente.pdfTCCP / DISSERTAÇÃO GETEC / SENAI CIMATEC2.5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.