Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/919
Title: Simulação de deposição pulmonar de partículas finas e ultrafinas: uma avaliação da exposição à saúde humana em diferentes ambientes
Authors: Guarieiro, Lílian Lefol Nani
Figueirêdo, Ilan Sousa
Guarieiro, Aline Lefol Nani
Moreira, Davidson Martins
Santos, Alex Álisson Bandeira
Andrade, Jailson Bittencourt de
Rocha, Gisele Olímpio da
Keywords: Material particulado
Emissão veicular
Deposição pulmonar
Multiple path particle model.
Issue Date: 8-Nov-2018
Publisher: Centro Universitário SENAI CIMATEC
Citation: FIGUEIRÊDO, Ilan Sousa; GUARIEIRO, Lílian Lefol Nani (Orientadora); GUARIEIRO, Aline Lefol Nani (Coorientadora). Simulação de deposição pulmonar de partículas finas e ultrafinas: uma avaliação da exposição à saúde humana em diferentes ambientes. Salvador, 2018. 116 f. Dissertação (Mestrado em Modelagem Computacional e Tecnologia Industrial) - SENAI CIMATEC, Salvador, 2018.
Abstract: Os poluentes atmosféricos são uma mistura complexa de gases tóxicos e material particulado (MP), quando inalados os compostos orgânicos e as espécies metálicas associadas ao MP podem causar sérios danos à saúde humana. Nesse contexto, o objetivo desta pesquisa foi simular a deposição pulmonar de partículas finas e ultrafinas oriundas de diferentes fontes de poluição atmosférica. Foram selecionados 4 diferentes sítios para avaliar a deposição pulmonar das partículas geradas nos ambientes. Em três sítios, a distribuição de tamanho e número das partículas (no intervalo de diâmetro aerodinâmico de 10 a 289 nm) foram obtidas ao ar livre durante três períodos de amostragem (9h, 13h e 17h). Em um quarto sítio, a coleta foi realizada na faixa de 10 a 420 nm de diâmetro aerodinâmico em ambiente um controlado (exaustão de motor diesel montado sobre dinamômetro de bancada). A simulação da exposição de indivíduos ao MP foi realizada através do modelo computacional Multiple-Path Particle Model que utiliza algoritmos para calcular a deposição e a eliminação de aerossóis monodispersos e polidispersos no trato respiratório de animais ou de seres humanos. Foi possível observar que o sitio com alto fluxo de veículos pesados apontou a maior concentração de partículas entre os diâmetros de 85 a 103 nm. A simulação computacional da deposição pulmonar possibilitou indicar os principais diâmetros aerodinâmicos capazes de alcançar regiões onde ocorrem a hematose pulmonar. Em seguida, o trabalho simulou a deposição pulmonar de indivíduos adultos expostos à cada diferente tipo de ambiente durante 10 anos. Os resultados da simulação mostraram uma deposição no trato respiratório humano de 20 vezes maior para o diâmetro de 85 nm e de 28 vezes maior para o diâmetro 113 nm em relação ao sítio mais poluente (ambiente confinado com alta circulação de veículos diesel) com os menos poluentes (ambientes abertos com baixa circulação de veículos). Portanto, o experimento mostra uma relevante dissimilaridade na inalação/deposição de partículas finas e ultrafinas entre indivíduos de cada sítio e aponta o porquê desses poluentes serem tão danosos à saúde humana.
URI: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/919
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPG MCTI)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ilan Sousa Figueiredo.pdfTCCP / DISSERTAÇÃO MCTI / SENAI CIMATEC2.97 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.