Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/883
Title: Proposta para incentivo ao investimento em microempreendimentos de geração distribuída por consumidores residenciais
Authors: Silva, Valéria Loureiro da
Nardy, Leonardo de Paula
Santana, Eudemario Souza de
Silva, Kleber Freire da
Bastos, Paulo Roberto Ferreira de Moura
Passos, Francisco Uchoa
Keywords: Microgeração distribuída
Energia renovável
Tarifação
Política feed-in
Política net metering
Geração de créditos
Issue Date: 21-Feb-2017
Publisher: Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC
Citation: NARDY, Leonardo de Paula; SILVA, Valéria Loureiro da (Orientadora); SANTANA, Eudemario Souza de (Coorientador). Proposta para incentivo ao investimento em microempreendimentos de geração distribuída por consumidores residenciais. Salvador, 2017. 121 f. Dissertação (Mestrado em Gestão e Tecnologia Industrial ) - SENAI CIMATEC, Salvador, 2017.
Abstract: Esta dissertação propõe uma nova forma de tarifação para remuneração da micro-geração, cujo valor é indexado a algum investimento financeiro, com o intuito de motivar consumidor residencial a aderir à geração distribuída. O modelo até agora adotado no Brasil e regulamentado pelas resoluções nº482 de 2012 e nº687 de 2015 da Agência Nacional de Energia Elétrica prevê a remuneração através da geração de créditos, impedindo o lucro. No modelo proposto nesta dissertação, toda energia elétrica injetada na rede pelo microgerador é financeiramente remunerada, como já é feito em alguns países europeus e alguns estados norte-americanos, e o valor da energia (kWh) é atualizado de acordo com os ganhos que poderiam ser obtidos em investimentos financeiros típicos. A proposta apresentada é construída para a geração solar fotovoltaica, porém pode ser aplicada a qualquer outra forma de microgeração, desde que sejam conhecidos os custos de aquisição de materiais, de serviços de instalação e de manutenção. Alguns casos brasileiros são apresentados, portanto, investimentos típicos deste mercado foram tratados, porém a proposta é construída para que seja facilmente adaptável aos investimentos existentes noutros países. Para validação da proposta foram realizadas simulações a partir de uma condição padrão, onde parâmetros de insolação, potência e outros fatores que impactam na geração final variam de um valor mínimo a um valor máximo, dentro das faixas encontradas no Brasil e nos critérios que definem microgeração distribuída. Foram investigados também casos com dados reais de insolação e irradiação sobre os municípios de Petrolina, São João do Piauí, Divinópolis, São Paulo e Indaial. Os resultados das simulações mostraram que os ganhos financeiros são similares aos investimentos avaliados no caso brasileiro, o que comprovou a eficiência do modelo de tarifação proposto. Além disto, a viabilidade financeira de um sistema de geração distribuída com o modelo proposto nesta dissertação torna-se mais atrativa quando comparada ao modelo atual adotado no Brasil, que utiliza o regime de compensação de energia. Também é constatado que, para os casos estudados, os resultados da viabilidade financeira para o modelo proposto de remuneração são similares aos resultados obtidos em mercados ou países que adotam a política feed-in tariff.
URI: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/883
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPG GETEC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Leonardo de Paula Nardy.pdfTCCP / DISSERTAÇÃO GETEC / SENAI CIMATEC8.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.