Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/873
Title: Desempenho de inspeções em poços produtores de petróleo - comparação entre coletas manual e digital de dados
Authors: Passos, Francisco Uchoa
Mançú, Raiana Pereira
Silva, Valéria Loureiro da
Bastos, Luiz Eduardo Marques
Keywords: Inspeção de rotina operacional
Poços produtores de petróleo
Sistema de informação
Tecnologia RFID
Issue Date: 8-May-2018
Publisher: Centro Universitário SENAI CIMATEC
Citation: MANÇÚ, Raiana Pereira; PASSOS, Francisco Uchoa (Orientador). Desempenho de inspeções em poços produtores de petróleo - comparação entre coletas manual e digital de dados. Salvador, 2018. 116 f. Dissertação (Mestrado em Gestão e Tecnologia Industrial) - SENAI CIMATEC, Salvador, 2018.
Abstract: Os processos produtivos de um campo de petróleo são parcialmente automatizados e espalhados geograficamente, estando expostos a intempéries e risco de vazamento, sendo necessário realizar inspeções de forma sistemática na locação e nas instalações dos poços, para garantir a eficiência operacional, a integridade das instalações e minimizar os riscos de impacto ambiental. Nesse sentido, o presente trabalho tem como objetivo comparar os desempenhos das inspeções de rotina operacional em poços produtores de petróleo, realizadas respectivamente, com coletas manual e digital de dados e identificar as dificuldades de implantação da tecnologia RFID. A metodologia utilizada foi uma pesquisa exploratória, descritiva e quali-quantitativa, por meio de um levantamento ou survey em campos produtores de petróleo do estado da Bahia. Como resultados foram observados que os registros de dados coletados de forma manual, em boletim ou lista de verificação em cópia física, apresentam lacunas para a gestão e atendimento aos fatores de desempenho de rastreabilidade, confiabilidade, armazenamento dos dados, geração de relatórios e gráficos. Por outro lado, os dados coletados de forma digital com o leitor componente da tecnologia RFID, garantem um melhor desempenho nos referidos fatores. Quanto às dificuldades da tecnologia RFID prevaleceu a falha de leitura do TAG através do PDA, falta de interface/drive de comunicação com os sistemas do SAP/ERP e resistência dos colaboradores para as novas tecnologias. Conclui-se que a coleta digital de dados é o grande diferencial para a integralidade das inspeções e dos dados coletados, pois com o banco de dados e os demais componentes da tecnologia RFID estes garantem a rastreabilidade, confiabilidade, armazenamento dos dados e a geração de relatórios. Para eliminar as dificuldades de implantação da tecnologia RFID torna-se necessário reposicionar o TAG do poço, melhorar a especificação do PDA, realização integração com o SAP/ERP, melhorar a comunicação, treinamento e envolver os colaboradores no projeto piloto. A partir da conclusão recomenda-se a ampliação do projeto piloto da tecnologia RFID, para o acompanhamento, monitoramento e operação dos demais poços produtores de petróleo e gás da Bahia. Sugere-se que enquanto não se amplia o projeto piloto da tecnologia RFID, é possível melhorar os desempenhos das inspeções nos quatro fatores de desempenho estudados, através de uma revisão do padrão de inspeção de rotina operacional e a reestruturação dos instrumentos de coleta manual de dados.
URI: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/873
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPG GETEC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RAIANA PEREIRA MANÇÚ.pdfTCCP / DISSERTAÇÃO GETEC / SENAI CIMATEC2.69 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.