Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/786
Título: Análise de falha em um cesto de centrífuga fabricado em liga de níquel c-22 sob ataque intergranular
Autor(es): Carreira Neto, Manoel
Tourinho, Carlos André da Rocha
Palavras-chave: Liga de níquel
Cromo
Corrosão intergranular
Precipitado intermetálicos
Solubilização - Recozimento
Molibdênio
Data do documento: 2011
Editor: Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC
Resumo: As ligas ternárias de Ni-Cr-Mo são materiais de alta performance resistentes à corrosão historicamente utilizadas em indústrias químicas e petroquímicas em processos críticos, com aplicação onde os aços inoxidáveis e superinoxidáveis não apresentam aplicação técnica satisfatória e/ou economicamente viável. Apresentam excelente resistência a corrosão generalizada e localizada, entretanto, uma má qualidade microestrutural ou métodos de fabricação inadequados podem promover sensitização seguida de corrosão intergranular severa em determinados meios. Um cesto rotativo fundido da liga CX2MW (Ni-Cr-Mo - UNS - N26022) de uma centrífuga tipo raspagem de 1,6 m de diâmetro, apresentou defeitos lineares visuais tipo trinca, detectados em uma manutenção preventiva, bem como outras indicações lineares reveladas pelo ensaio de líquido penetrante. Foi realizada réplica metalográfica de campo e verificado indicações lineares com morfologia intergranular e distribuição generalizada no campo analisado, coerentes com o mecanismo de corrosão intergranular. Foi verificada também precipitação alinhada de fases secundárias em contornos de grãos. O cesto foi trocado por um novo e foram removidas amostras para avaliação no Microscópio Eletrônico de Varredura e por espectroscopia de energia dispersiva de Raio-X, para realização de análise de falha mais aprofundada. Foi caracterizado que o mecanismo de falha é corrosão intergranular promovido pela existência de precipitados intermetálicos ricos em Mo, distribuídos de forma alinhada e contínua nos contornos de grão, que em contato com o meio agressivo são dissolvidos formando caminhos intergranulares de corrosão. Esses precipitados são originários do processo de fundição da peça. Foi realizado tratamento térmico de recozimento de solubilização em uma parte removida do cesto, utilizando-se parâmetros sugeridos pela bibliografia, com o intuito de verificar a possibilidade de reutilização de uma peça com o dano já instalado ou evitar que peças novas sejam fabricadas com a mesma vulnerabilidade.
URI: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/786
Aparece nas coleções:Dissertações de Mestrado (PPG GETEC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Carlos Andre da Rocha Tourinho.pdf20.32 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.