Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/747
Título: Redes semânticas baseadas em títulos de artigos científicos
Autor(es): Pereira, Hernane Borges de Barros
Cunha, Marcelo do Vale
Senna, Valter de
Penna, Thadeu Josino Pereira
Palavras-chave: Rede semântica
Rede de cliques
Colaboração científica
Rede social
Rede complexa
Data do documento: Nov-2013
Editor: Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC
Resumo: Nas últimas décadas tem aumentado os estudos sobre o periódico científico, não só por ser um sistema formal de comunicação científica, mas também pelas redes sociais que fomenta (e.g. redes de coautoria, redes de citação). Entretanto, no âmbito das redes sociais e complexas, pouco se tem estudado sobre o vocabulário comum em publicações de um periódico. O propósito desta pesquisa é diferenciar periódicos científicos a partir das redes de palavras baseadas em títulos de artigos científicos. Duas abordagens são exploradas: a primeira, busca nos títulos uma rede ótima, fenômeno ligado a linguagem humana, que tem sido estudado em redes de discursos orais e escritos. Assim, os periódicos são diferenciados a partir de suas redes críticas. A segunda abordagem sugere diferenciar épocas diferentes de um mesmo periódico, através de sua rede de títulos variando no tempo. Os resultados para a primeira abordagem mostram a existência de rede crítica em redes de títulos e, também, propõem formas de diferenciar periódicos a partir de suas configurações críticas. Neste estudo, um dos experimentos realizados envolveu a construção das redes com títulos escolhidos aleatoriamente em um periódico. Resultados desse processo apontam dependência temporal entre as redes de títulos de épocas diferentes. Neste sentido, a segunda abordagem da pesquisa investiga a rede de títulos da Nature ao longo do tempo (1999 a 2008). A abordagem tem sua base teórica em Grafos que variam no Tempo, i.e. Time-Varying Graphs (TVG). O modelo proposto aqui analisa a evolução de índices clássicos de redes, a partir de janelas de observação de tempo fixo que varrem todo o tempo de vida do TVG. Os resultados desta etapa revelam tend^encias ao longo do tempo para os índices. Além disso, foi verficado correlações nas series temporais, com o uso do método DFA. Com a verificação do fenômeno da rede crítica em redes de títulos, bem como a existência de correlações persistentes nas series temporais, novas possibilidades se abrem para o estudo da colaboração científica. Dessa forma, os resultados desta pesquisa podem fomentar estudos mais precisos que discutam as tendências nas series temporais, bem como os padrões modulares apresentados nas redes críticas, a fim de observar quais temáticas são mais ou menos abordadas em publicações de um dado periódico.
URI: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/747
Aparece nas coleções:Dissertações de Mestrado (PPG MCTI)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Marcelo do Vale Cunha.pdf13.03 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.