Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/550
Título: Proposta para melhoria da metodologia de produção mais limpa utilizada pelo cntl por meio da inserção de ferramentas de qualidade e estatística
Título(s) alternativo(s): V WORKSHOP DE PESQUISA TECNOLOGIA E INOVAÇÃO (PTI) e I SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA (SIINTEC)
Autor(es): Menezes, Flavia Melo
Almeida, Edna dos Santos
Menezes, Fábio Conceição de
Palavras-chave: Produção mais limpa
Qualidade - Ferramenta
Estatística
Data do documento: 10-Set-2015
Editor: SENAI/CIMATEC
SENAI/CIMATEC
Citação: MENEZES, Flavia Melo; ALMEIDA, Edna dos Santos; MENEZES, Fábio Conceição de. Proposta para melhoria da metodologia de produção mais limpa utilizada pelo CNTL por meio da inserção de ferramentas de qualidade e estatística. In: WORKSHOP DE PESQUISA TECNOLOGIA E INOVAÇÃO - PTI, 5., SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA - SIINTEC, 1., 2015, Salvador. Anais... Salvador: SENAI/CIMATEC, 2015. p. 382-392.
Resumo: A relação que as empresas constroem com o meio ambiente tem sido cada dia mais importante, seja para sua sobrevivência - por meio da resposta aos órgãos reguladores e fiscalizadores - seja para seu destaque frente à concorrência - por meio da inovação. Em ambos os casos, a metodologia de Produção Mais Limpa pode ser uma estratégia poderosa para se alcançar o desempenho ambiental desejado. Contudo, apesar do potencial que ela apresenta, sua ampla aceitação pelas empresas enfrenta alguns obstáculos, um deles sendo a fraca sistematização de suas etapas. Assim, o presente trabalho teve como objetivo elaborar uma proposta de melhoria da metodologia de P+L utilizada pelo Centro Nacional de Tecnologias Limpas (CNTL), por meio da inserção de ferramentas de qualidade e estatística. A fim de realizar este trabalho buscou-se analisar as etapas de implantação da metodologia, avaliar e selecionar as ferramentas de qualidade e estatística e, finalmente, propor a melhoria da metodologia por meio da inserção das ferramentas escolhidas. A metodologia de P+L do CNTL é composta por 20 passos em 5 fases: planejamento e organização; préavaliação e diagnóstico; avaliação de P+L; estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental; e implementação de opções e plano de continuidade. As seguintes ferramentas foram estudadas e avaliadas: gráfico de tendência, 5W2H, fluxograma, matriz GUT, Gage R&R, diagrama de Ishikawa, brainstorming, folha de verificação, análise de Pareto, histograma, box-plot, gráficos de dispersão, coeficiente de Pearson, regressão, DOE, teste de hipóteses, FMEA, matriz de decisão, CEP e poka-yoke. Este trabalho obteve êxito por meio da inserção de 19 ferramentas de qualidade e estatística em 9 passos da metodologia de P+L do CNTL. Elas foram inseridas principalmente em etapas de coleta e análise de dados, e validação dos resultados, tornando a P+L menos gerencial e mais técnica. Pôde-se então sistematizar mais algumas etapas, possivelmente levando a execuções mais rápidas e eficazes, maximizando assim os benefícios de sua implantação.
Descrição: p. 382-392
URI: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/550
Aparece nas coleções:Artigos Publicados em Periódicos (PPG GETEC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
V WORKSHOP GETEC Proposta para melhoria....pdf1.01 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.