Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/491
Título: Desenvolvimento de mini espectrômetro visível
Título(s) alternativo(s): IV WORKSHOP DE PESQUISA TECNOLOGIA E INOVAÇÃO - PTI. DESAFIOS E OPORTUNIDADES PARA O DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL NO ESTADO DA BAHIA
Autor(es): Ruiz, Filipe Martins
Silva, Valéria Loureiro da
Palavras-chave: Mini-espectrômetro
Data do documento: 16-Out-2014
Editor: SENAI/CIMATEC
SENAI/CIMATEC
Citação: RUIZ, Filipe Martins; SILVA, Valéria Loureiro da. Desenvolvimento de mini espectrômetro visível. In: WORKSHOP DE PESQUISA TECNOLOGIA E INOVAÇÃO - PTI. DESAFIOS E OPORTUNIDADES PARA O DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL NO ESTADO DA BAHIA, 4., 2014, Salvador. Anais... Salvador: SENAI/CIMATEC, 2014.
Resumo: A espectroscopia vêm sendo utilizada para detecção de espécies orgânica e inorgânicas desde longa data em muitos ramos da ciência, desde a identificação de composição de estrelas distantes, estrutura molecular de materiais até a identificação de componentes do sangue. Vários tipos de espectroscopia existem como espectroscopia de absorção, de emissão e Raman no qual a resposta espectral do material sendo investigado dá informação sobre esse material. O componente mais comumente utilizado nesses tipos de medida é o espectrômetro. Avanços recentes na tecnologia permitiram o desenvolvimento de espectrômetros pequenos, que cabem na palma da mão, a um preço acessível. Isso aumentou o número de aplicações e tornou viável o uso de espectrômetros portáteis para medidas de campo, fora de um ambiente laboratorial. Uma análise dos fornecedores de dispositivos e equipamentos ópticos (Ocean Optics, Newport, Bayspec, DeltaNu, etc), mostrará que todos têm a sua versão de mini espectrômetro. Contudo, essa análise também mostra que esses fornecedores não são brasileiros. Dado o grande potencial de novas aplicações para sensores é desejável o desenvolvimento de um mini-espectrômetro com maior grau de nacionalidade possível. Sendo assim, o objetivo desse projeto é o desenvolvimento de um mini- espectrômetro óptico portátil com operação na região do visível (400- 700nm) que possa ser utilizado em medições de campo. Nossa estratégia involve a utilização de uma fibra ótpica como fenda de entrada e uma câmera CCD linear. Neste trabalho, utilizaremos suportes ópticos comerciais que permitam uma rápida reconfiguração e/ou reprodução do espectrômetro por outros. Apresentaremos o procedimento para definir design óptico e mecânico do espectrômetro que está sendo desenvolvido e a especificação dos componentes que forão adquiridos.
Descrição: p. 560
URI: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/491
Aparece nas coleções:Artigos Publicados em Periódicos (PPG GETEC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Desenvolvimento de mini ... GETEC RESUMO.pdf46.86 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.