Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/1466
Title: Tecnologias habilitadoras da indústria 4.0 para o desenvolvimento de arquitetura de armazéns inteligentes
Other Titles: Industry 4.0 enabling technologies for the development of smart warehouse architecture
Authors: Gomes, Lucas de Freitas
metadata.dc.contributor.advisor: Lepikson, Herman Augusto
metadata.dc.contributor.advisor-co: Santos, Carlos César Ribeiro
metadata.dc.contributor.referees: Nascimento Filho, Aloisio Santos
Prado, Vaner José do
Conceição, Vivian Manuela
Keywords: Armazéns inteligentes;Logística 4.0;Tecnologias habilitadoras
Issue Date: 26-Aug-2022
Publisher: Centro Universitário SENAI CIMATEC
Citation: GOMES, Lucas de Freitas. Tecnologias habilitadoras da indústria 4.0 para o desenvolvimento de arquitetura de armazéns inteligentes. Orientador: LEPIKSON, Herman Augusto. Salvador, BA, 2022. Orientador: Herman Augusto Lepikson. 158 f. Dissertação (Mestrado em Gestão e Tecnologia Industrial) Centro Universitário SENAI CIMATEC, Salvador, 2022.
metadata.dc.description.resumo: Armazém é um ambiente físico onde são alocadas matérias-primas, produtos acabados ou semiacabados que serão destinados para o próximo ciclo da cadeia de produção ou distribuição. O sistema logístico tem o armazém como um dos seus elos mais importantes. Ele é essencial como um sistema de armazenagem de matérias-primas na área de suprimentos, nas operações de produção, para estoques em processo e, na armazenagem de produtos acabados dos sistemas de distribuição. As tecnologias digitais emergentes introduzem importantes oportunidades para melhorar a eficiência das operações dos armazéns pelo melhor gerenciamento de todo o fluxo de materiais e informações. Este trabalho apresentou como as tecnologias da indústria 4.0 podem auxiliar os processos logísticos dos armazéns inteligentes. Constatou-se que a aplicação desses recursos permite a redução de erros operacionais, evita perdas, possibilita inventários enxutos, rastreabilidade, transparência, flexibilidade, informações em tempo real, bem como um melhor aproveitamento do espaço, aumentando assim, a produtividade das operações. As tecnologias habilitadoras da Indústria 4.0, desdobradas para suas aplicações em logística, colaboram para o aperfeiçoamento dos processos de armazenagem ao possibilitar entregas mais rápidas, antecipar pedidos por meio de previsões mais assertivas, mapear comportamentos das unidades consumidoras para redução de transportes e manipulações, assim como promover o acondicionamento seguro e eficaz de acordo com as variadas especificações e dimensões dos itens. Os armazéns inteligentes fazem uso das tecnologias habilitadoras para análise avançada de dados com apoio da estatística e da Inteligência Artificial (IA) para realizar essas novas demandas. Eles são capazes de se adaptar a negócios diferentes e são inteligentes o suficiente para executar as operações requeridas com mínima intervenção humana. O objetivo deste trabalho é propor uma arquitetura de forma integrada, generalizável e escalável para armazéns inteligentes com base em tecnologias habilitadoras da indústria 4.0 que possam proporcionar o aumento da produtividade, confiabilidade e segurança nos processos de recebimento, armazenagem e expedição. A abordagem proposta buscou demonstrar a viabilidade dessa arquitetura por meio de tecnologias derivadas da Indústria 4.0, aplicadas em um testbed, desenvolvido com o intuito de validar, em ambiente relevante, a incorporação de recursos tecnológicos integrados para melhorar o desempenho das operações logísticas de um armazém projetado para manipular itens de alto valor. A metodologia empregada para alcançar os objetivos da pesquisa científica, classificou-se como aplicada, quanto à sua natureza, de abordagem qualitativa e quantitativa, com objetivos exploratórios e explicativos, além de caracterizar-se bibliográfica, experimental e, por fim, comprovando seus conceitos por meio de XII um estudo de caso. Os resultados do estudo apontaram que a utilização dessas soluções promove o aumento da produtividade, acelera a tomada de decisões com informações em tempo real, proporciona flexibilidade, exclui a necessidade de papel na operação, permite a rastreabilidade das informações durante a movimentação dos itens, assim como favorece a interoperabilidade entre os módulos da arquitetura, o que significa operar seu sistema com componentes e ferramentas diferentes, de fornecedores diferentes, podendo ou não atuar em conjunto.
Abstract: Warehouse is a physical environment where raw materials, finished or semi-finished products are allocated that will be destined for the next cycle of the production or distribution chain. The logistics system has the warehouse as one of its most important links. It is essential as a raw material storage system in the procurement area, in production operations, for in-process inventories, and in the storage of finished goods in distribution systems. Emerging digital technologies introduce important opportunities to improve the efficiency of warehouse operations by better managing the entire flow of materials and information. This work presented how Industry 4.0 technologies can help the logistics processes of smart warehouses. It was found that the application of these resources allows the reduction of operational errors, avoids losses, allows lean inventories, traceability, transparency, flexibility, real-time information, as well as a better use of space, thus increasing the productivity of operations. The enabling technologies of Industry 4.0, deployed for its applications in logistics, collaborate to improve storage processes by enabling faster deliveries, anticipating orders through more assertive forecasts, mapping behaviors of consumer units to reduce transport and handling, as well as how to promote safe and effective packaging according to the varied specifications and dimensions of the items. Smart warehouses make use of enabling technologies for advanced data analysis supported by statistics and Artificial Intelligence (AI) to meet these new demands. They are able to adapt to different businesses and are smart enough to perform required operations with minimal human intervention. The objective of this work is to propose a generalizable and scalable architecture for smart warehouses based on enabling technologies from industry 4.0 that can provide increased productivity, reliability and security in the processes of receiving, storing and shipping. The proposed approach sought to demonstrate the feasibility of this architecture through technologies derived from Industry 4.0, applied in a testbed, developed with the aim of validating, in a relevant environment, the incorporation of integrated technological resources to improve the performance of logistics operations in a warehouse designed to handle high value items. The methodology used to achieve the objectives of scientific research was classified as applied, in terms of its nature, with a qualitative and quantitative approach, with exploratory and explanatory objectives, in addition to being bibliographical, experimental and, finally, proving its concepts through a case study. The results of the study showed that the use of these solutions promotes increased productivity, XIV accelerates decision-making with real-time information, provides flexibility, eliminates the need for paper in the operation, allows the traceability of information during the movement of items, as well as as it favors interoperability between the modules of the architecture, which means operating your system with different components and tools, from different suppliers, which may or may not work together.
URI: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/1466
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPG GETEC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lucas de Freitas Gomes.pdfTCCP / DISSERTAÇÃO / SENAI CIMATEC9.26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.