Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/1403
Title: O impacto da gestão da manutenção nos equipamentos de hemodiálise na segurança e qualidade do atendimento do paciente
Other Titles: The impact of maintenance management in hemodialysis equipment on the safety and quality of patient care
Authors: Gomes, Ailton José de Souza
metadata.dc.contributor.advisor: Souza, Marinilda Lima
Keywords: Gestão da manutenção;Equipamentos de hemodiálise;Disponibilidade
Issue Date: 2018
Publisher: Centro Universitário SENAI CIMATEC
Citation: GOMES; Ailton José de Souza, SOUZA; Marinilda Lima (Orientadora). O impacto da gestão da manutenção nos equipamentos de hemodiálise na segurança e qualidade do atendimento do paciente. Salvador, BA, 2018. 20 p. ARTIGO (MBA em Gestão da manutenção). Centro Universitário SENAI CIMATEC. Salvador, 2018.
metadata.dc.description.resumo: Segundo Xenos (2014) a manutenção de equipamentos e instalações industriais aborda aspectos tanto técnicos quanto gerenciais da manutenção, algumas expectativas em relação à manutenção existem na terceira geração continuam a existir na quarta geração. A disponibilidade é uma das medidas e o desempenho mais importante da manutenção. Disponibilidade e a confiabilidade dos equipamentos é um fator de constante busca pela manutenção. A consolidação das atividades de Engenharia da Manutenção, dentro da estrutura organizacional da manutenção, tem na garantia da disponibilidade, da confiabilidade e da Manutenibilidade as três maiores justificativas de suas existências. De acordo Moubray (1997) a manutenção tem como desafio a minimização das falhas prematuras ou falhas de mortalidade infantil que ocorrem em pelo menos dois padrões de falhas. A prática de análise de falhas é uma metodologia consagrada como uma prática capaz de melhorar o desempenho dos equipamentos e da empresa, por consequência. Com o objetivo de intervir cada vez menos na produtividade, as práticas de manutenção preventiva de condição, ou preditiva, que monitora a condição dos equipamentos são cada vez mais utilizadas. Em consequência, há uma tendência na redução na aplicação da manutenção preventiva ou programada, desde que ela promove a paralisação dos equipamentos e sistemas, impactando negativamente a produção. O mesmo acontece em relação à manutenção corretiva não planejada, que se torna um indicador de ineficácia da manutenção. Novos projetos de equipamentos e sistemas devem privilegiar os aspectos de disponibilidade, confiabilidade e custos do ciclo de vida da instalação. A sistemática adotada pelas empresas classe mundial privilegia a interação entre as áreas de engenharia, manutenção e operação como fator de garantia dessas metas. O resultado de um bom gerenciamento da manutenção está associado a produtos e serviços com a qualidade desejada e segurança na operação (Xenos, 2014). Para Pinto e Xavier (2013) as organizações vêm buscando incessantemente novas ferramentas de gerenciamento, que as direcionem para uma maior competitividade através da qualidade e produtividade de seus produtos, processos e serviços e destacam que a gestão da manutenção é responsável pela coordenação dos diversos subsistemas: fornecedores, a engenharia, o suprimento de materiais, entre outros, de acordo com as necessidades da organização de modo a atingir suas metas empresariais, entre elas a qualidade dos produtos e serviços. Assim, o grande desafio para os gestores de manutenção é implementar as melhores práticas de gestão às atividades de manutenção de modo a garantir melhoria na disponibilidade e qualidade dos serviços.
Abstract: According to Xenos (2014) maintenance of equipment and facilities industry addresses both technical and managerial aspects of maintenance, some expectations regarding maintenance exist in the third generation continue to exist in the fourth generation. Availability is one of the measures and the most important maintenance performance. Availability and the equipment reliability is a factor of constant search for maintenance. The consolidation of Maintenance Engineering activities, within the organizational structure of maintenance, has the guarantee of Availability, Reliability and Maintainability the three biggest justifications for their existence. According to Moubray (1997) maintenance has as a challenge the minimization of premature failures or infant mortality failures that occur in at least two failure patterns. The practice of failure analysis is a methodology consecrated as a practice capable of improving the performance of the equipment and the company, as a result. With the objective of intervening less and less in productivity, practices preventive condition maintenance, or predictive, which monitors the condition equipment are increasingly used. As a result, there is a trend in the reduction in the application of preventive or scheduled maintenance, since it promotes the stoppage of equipment and systems, negatively impacting production. The same is true in relation to unplanned corrective maintenance, which becomes an indicator of ineffectiveness of maintenance. New equipment and systems projects should privilege the aspects of availability, reliability and life cycle costs of the installation. The system adopted by world-class companies privileges the interaction between the areas of engineering, maintenance and operation as a factor of guarantee of these goals. The result of good maintenance management is associated with products and services with the desired quality and safety in the operation (Xenos, 2014). For Pinto and Xavier (2013) organizations have been seeking incessantly new management tools, which direct them to greater competitiveness through the quality and productivity of its products, processes and services and highlight that maintenance management is responsible for coordinating the various subsystems: suppliers, engineering, the supply of materials, among others, according to the organization's needs in order to achieve its business goals, including the quality of products and services. Thus, the great challenge for maintenance managers is to implement best management practices at maintenance activities to ensure improved availability and quality of services.
URI: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/1403
Appears in Collections:Artigos (Pós-Graduação) - Especialização / MBA em Gestão da Manutenção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AILTON JOSÉ DE SOUZA GOMES.pdfARTIGO / MBA / SENAI CIMATEC423.36 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.