Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/1295
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSousa, Thales-
dc.contributor.authorOtero, Thiago de Campos-
dc.date.accessioned2022-09-23T23:33:11Z-
dc.date.available2022-09-23T23:33:11Z-
dc.date.issued2011-
dc.identifier.citationOTERO, Thiago de Campos; SOUSA, Thales (Orientador). Estudo de caso para migração de um hipotético consumidor de médio porte para o ambiente de contratação livre de energia. TCCP (Especialização em Sistemas Elétricos e Potência) Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC, Salvador, 2011.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/1295-
dc.description.abstractSince the reform of the Brazilian electrical sector started in the 90s with the creation of free consumer defined in the Law 9.074, consumers could now buy their electricity from any supplier that is connected to the National Interconnected System and not just by the local agent transmission or distribution. However the transport and connection’s cost remain regulated and linked to the agent that holds the local concession. With the unbundling occurred in this model, was introduced competition in generation and marketing sectors, in theory making the final price of electricity to final consumers cheaper. Thus although at first glance the purchase of energy in this new environment is attractive is very important that before this migration, the potential free consumers understand the rules and procedures and the risks involved in this model. Thus, this paper has the objective to present a detailed analysis and simulations related to the migration of a hypothetical medium-sized company for Free Contracting Environment of energy, identifying advantages and disadvantages between the two contracting environments of electricity provided in the model current electric market. The methodology is based on analysis of annual energy costs if the consumer was in a captive environment in one year and if their costs were in the free environment also for one year.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherFaculdade de Tecnologia SENAI CIMATECpt_BR
dc.rightsacesso abertopt_BR
dc.rights.uri"Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial."pt_BR
dc.subjectAmbiente de contratação livrept_BR
dc.subjectAmbiente de contratação reguladapt_BR
dc.subjectConsumidor potencialmente livrept_BR
dc.subjectComercialização de energiapt_BR
dc.subjectMigração entre mercadospt_BR
dc.titleEstudo de caso para migração de um hipotético consumidor de médio porte para o ambiente de contratação livre de energia.pt_BR
dc.title.alternativeCase study for the migration of a hypothetical medium-sized consumer to the free energy contracting environment.pt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.embargo.termsAbertopt_BR
dc.publisher.countrybrasilpt_BR
dc.publisher.departamentFaculdade de Tecnologia SENAI CIMATECpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação Lato Sensupt_BR
dc.publisher.initialsSENAI CIMATECpt_BR
dc.subject.cnpqSistemas Elétricos de Potênciapt_BR
dc.contributor.refereesMatos, Maiana Brito de-
dc.contributor.refereesCesário, Frederico Ramos-
dc.description.resumoA partir da reforma do Setor Elétrico Brasileiro iniciado na década de 90 com a criação do consumidor livre definido na Lei 9.074, os consumidores passaram a poder adquirir a sua energia elétrica de qualquer outro fornecedor que esteja interligado ao Sistema Interligado Nacional e não apenas do agente de distribuição ou transmissão local. Entretanto, os custos do transporte e conexão permanecem de forma regulada e vinculada ao agente que detém a concessão do local. Com a desverticalização ocorrida neste modelo, foi inserida a concorrência nos setores de geração e comercialização, tornando o preço final da energia elétrica para o consumidor final mais barata. Sendo assim embora em uma primeira análise a compra da energia neste novo ambiente seja atraente é de suma importância que antes desta migração, os potencias consumidores livres entendam as regras procedimentos e os riscos envolvidos nesse novo modelo. Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo apresentar uma análise detalhada e simulações relacionadas à migração de uma hipotética empresa de médio porte para o Ambiente de Contratação Livre de energia, identificando vantagens e desvantagens entre os dois ambientes de contratação de energia elétrica previsto no modelo atual do Setor Elétrico Brasileiro. A metodologia baseia se na análise dos custos anuais com energia caso o consumidor estivesse no ambiente cativo em um período de um ano e seus custos caso o mesmo estivesse no ambiente livre também pelo período de um ano.pt_BR
Appears in Collections:Monografias (Pós-Graduação) - Especialização em Sistemas Elétricos de Potência

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCCP_THIAGO CAMPOS OTERO.pdfTCCP / ESPECIALIZAÇÃO / SENAI CIMATEC1.38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.